Notícias Astral

Baratas em áreas comerciais, como controlar?

O que fazer para controlar baratas? Quais são os fatores que propiciam sua infestação? São muitos os questionamentos quando se trata de um inseto tão indesejado, não é mesmo?!

A verdade é que nas grandes cidades não faltam ambientes extremamente propícios à infestações de baratas. Centros comerciais, indústrias, hospitais e restaurantes, costumam possuir uma diversidade de fontes de alimentos para as baratas, e esses locais acabam se tornando muito atrativos para elas.

Há quatro principais fatores que favorecem a infestação de baratas: oferta de alimentos, falta de limpeza, ausência de um programa para controle de pragas e falhas estruturais como ralos abertos ou vendas.

Como vetores mecânicos de doenças, as baratas são potencialmente perigosas para a saúde. Além dos problemas de saúde ocasionados pelos insetos, há ainda o dano psicológico. É muito comum encontrarmos pessoas com verdadeiro nojo de baratas, e este dano psicológico pode ser ainda maior quando a barata é encontrada em uma praça de alimentação ou um hospital, por exemplo.

Para prevenir a infestação de baratas e evitar que se proliferem, é essencial intensificar os cuidados com a higiene do local, evitando o acúmulo de sujeiras e quaisquer tipos de detritos, realizar a correção de falhas estruturais e vistorias periódicas de empresas especializadas em controle de vetores e pragas.

É importante saber que mesmo com a utilização de inseticidas em gel, que não exigem mais a interdição dos locais de aplicação, a desinsetização destes locais só deve ser realizada por profissionais capacitados.

Em caso de infestação conte com a Astral Camaçari, excelência em controle de pragas e vetores, ligue (71) 3671-3100 ou envie um e-mail [email protected].

Fonte: https://www.environmentalscience.bayer.com.br
Imagem: Designed by tirachard / Freepik

Astral Camaçari

Em caso de infestação conte com a Astral Camaçari, excelência em controle de pragas e vetores

(71) 3671-3100
(71) 99109-0269

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram